Como estabelecer um processo de lista branca de alta segurança no Web3

Como um processo de lista de permissões de alta segurança na Web3 pode ajudar a manter a integridade.

Como o Web3 vai além do hype, as empresas que procuram crescer no espaço estão focadas na segurança mais do que nunca.

A web descentralizada, também conhecida como Web3, está se tornando mais popular devido aos dados imutáveis ​​vinculados ao blockchain, divulgando melhores recursos de segurança e privacidade para usuários e empresas. Apesar de muitos golpes de alto perfil que abalaram a confiança do usuário no ano passado, ainda há interesse no Web3 por parte de empresas e usuários, pois a plataforma vai além do hype.

Um dos sinais significativos de crescimento com o Web3 é a conversa crescente sobre a implementação de medidas de segurança aumentadas para compensar o risco.

Entenda os possíveis bloqueios

Com uma lista de permissões, as empresas podem aprovar usuários ou entidades com acesso permitido a determinados ativos organizacionais, incluindo quaisquer ativos digitais, como carteiras e contas de criptomoedas. Como em qualquer coisa, existem desafios potenciais que as organizações podem enfrentar. Uma melhor compreensão dos possíveis bloqueios facilitará o processo de criação e manutenção de uma lista de permissões a longo prazo.

  • Erro humano: estabelecer uma lista de permissões envolve processos manuais, que podem levar a erros. Isso pode incluir adicionar ou remover as entidades, ou endereços errados, ou cometer erros ao criar a lista.
  • Escalabilidade: as listas seguras podem ser difíceis de gerenciar conforme o número de entidades ou endereços na lista cresce. A verificação cruzada regular da lista garantirá que apenas entidades aprovadas acessem a rede ou o aplicativo.
  • Flexibilidade: À medida que a rede ou aplicação evolui, os requisitos de segurança podem mudar, tornando-se necessária a atualização dos protocolos de segurança. No entanto, mesmo a lista de permissões mais rígida pode não acomodar essas mudanças, o que pode representar um desafio ao tentar manter a segurança ou o aplicativo da rede.
  • Complexidade: a implementação de uma lista de permissões pode ser complexa, especialmente envolvendo várias partes. Um problema comum enfrentado por empresas que lidam com várias entidades é garantir que as diretrizes de segurança funcionem conforme o esperado.

As empresas que centralizam seu modelo de negócios no espaço Web3 precisam estar cientes de que sua plataforma será prejudicada por ameaças de segurança sem a confiança do usuário estabelecida. O papel da lista de permissões é operar como um conjunto de diretrizes para construir e manter a confiança entre seus usuários.

Uma lista de permissões de alta segurança pode ajudar as empresas a manter os usuários seguros

No final de 2022, a Web3 enfrentava um coro crescente de usuários exigindo que as empresas priorizassem sua segurança. Construir uma lista de permissões refinada que servirá como um guia para o crescimento de um negócio na Web3 que valoriza a segurança e a integridade do usuário é um ótimo ponto de partida.

As empresas podem atenuar os desafios de estabelecer uma lista de permissões e garantir que ela permaneça atualizada e alinhada com os requisitos de segurança e as práticas recomendadas mais recentes.

Implemente um processo automatizado para gerenciamento de lista branca que permite atualizações e gerenciamento fáceis da lista. Ferramentas como o Premint gerenciam certas funções de discórdia, seguidores no Twitter, assinaturas de sites e automação de lista branca. Ele fez a automação da lista de permissões para celebridades populares como Shaq e Tim Ferriss e para marcas como Gucci e Lacoste. Aqui estão algumas etapas que as empresas podem seguir para garantir que estão no caminho certo:

Os contratos inteligentes, ao desenvolver listas de permissões, são uma ótima ferramenta para executar uma lista transparente e inviolável, por serem personalizáveis ​​e autoexecutáveis.

Implemente uma carteira multi-assinatura. Várias assinaturas são necessárias para autorizar uma transação, reduzindo o risco de uma pessoa cometer um erro que comprometa a segurança de toda a rede ou aplicativo.

Revise e atualize regularmente a lista de permissões. Isso pode ajudar a garantir que a lista de permissões permaneça alinhada com os requisitos de segurança e as práticas recomendadas mais recentes.

Mantenha a lista de permissões atualizada. Somente entidades aprovadas devem ter acesso à rede ou aplicativo.

Forneça uma camada adicional de segurança com criptografia, o que dificultará o acesso à lista por pessoas não autorizadas.

Use hardware seguro, como uma carteira de armazenamento a frio, que pode fornecer uma camada adicional de segurança e armazenar chaves privadas em um ambiente seguro.

Acompanhe as alterações porque isso pode ajudar a auditar e solucionar problemas da lista de permissões.

Além de atualizar sua lista de permissões regularmente e se familiarizar com os meandros das medidas básicas de segurança, como contratos inteligentes, as empresas precisam ter certeza de que estão atualizadas sobre os riscos e soluções de segurança mais recentes. Muitas vezes vale a pena implementar um programa de treinamento focado em gerenciamento de lista branca, com foco na redução do erro humano através do conhecimento das melhores práticas de segurança.

Maneiras como os membros da comunidade podem contribuir

Aproveitar a comunidade é um ótimo método para aprimorar os processos de lista de permissões, pois muitos projetos dependem de DAOs ou a maioria das regras é definida pela própria comunidade. Além disso, as empresas que se envolvem regularmente com seus usuários estão oferecendo oportunidades tangíveis para criar confiança, mostrando aos usuários que valorizam sua opinião. Envolva-se autenticamente com os membros da comunidade, permitindo que eles sugiram as melhores práticas que podem ser adicionadas à lista segura.

Essas práticas incluem a configuração de carteiras com várias assinaturas, o uso de criptografia e o check-in com os membros da comunidade para revisões. Mas certifique-se de que a lista seja atualizada regularmente e que apenas entidades aprovadas acessem a rede ou o aplicativo.

Ao adotar uma abordagem multifacetada para criar uma lista de permissões de alta segurança, as empresas podem mostrar à sua comunidade que estão priorizando suas necessidades simultaneamente, em que implementam métodos inovadores que lhes permitirão crescer com a evolução do Web3.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 11 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.