10 etapas para obter sucesso com a modernização da TI legada

Não se esqueça dessas dez etapas ao modernizar seu sistema de TI legado.

Embora a ideia de migração de mainframe possa parecer assustadora, é uma etapa crítica que as organizações precisam realizar para se manterem ágeis e competitivas.

As organizações gastam de 60 a 80% de seus orçamentos corporativos de TI operando aplicativos legados, seja devido à escassez de habilidades legadas, falta de interoperabilidade, dívida técnica ou entropia de software. No entanto, 80% dos dados corporativos do mundo ainda residem ou se originam de mainframes, revelando uma estratégia e uma abordagem de TI retrógradas. Apesar do apetite crescente das organizações para modernizar seus sistemas, há muitos programas que continuam a falhar ou a sofrer atrasos devido a planejamento inadequado, compreensão insuficiente do ambiente legado ou falta de experiência em modernização de mainframe. Outros ainda não perceberam o valor da modernização.

A pandemia mostrou o número crescente de organizações que falharam na modernização. Isso pode ser atribuído ao fato de que eles subestimaram os problemas, bem como as etapas necessárias para uma migração bem-sucedida. Entre esses desafios está uma lacuna crescente entre empresas verdadeiramente ágeis e operativas em nuvem que podem inovar seus negócios e escalar com mais facilidade e aquelas ainda limitadas por sistemas e arquiteturas monolíticas pesadas e rígidas que continuarão a ficar para trás.

Para que as empresas ponderem competir com novos participantes e acompanhar as mudanças de transformação digital de amanhã, sem mencionar a economia de custos anuais no processo, os líderes e gerentes de TI precisarão priorizar os esforços de modernização para alcançar o potencial máximo. Com isso em mente, a seguir estão dez etapas necessárias para priorizar antes de iniciar a jornada de modernização.

1. Entenda quais sistemas e aplicativos são usados ​​em toda a organização

Antes de iniciar qualquer projeto de modernização de aplicativos, o primeiro passo é entender quais ferramentas e sistemas estão no portfólio da organização. Para garantir que todos os sistemas e aplicativos sejam contabilizados, os líderes precisam auditar as linguagens de programação primária (ou seja, COBOL, CA Gen, Natural, etc.) e secundária (ou seja, Easytrieve, Assembler, etc.) essas linguagens são usadas, bem como examinar como a infraestrutura de dados é armazenada (ou seja, arquivos, bancos de dados relacionais, etc.) e usada na organização.

2. Alinhe no objetivo final

Compreender o objetivo final do projeto de modernização e o pipeline é a chave para um projeto de modernização bem-sucedido. Oitenta e cinco por cento das organizações Abre uma nova janela estão em processo de planejamento de um projeto de modernização ou concluíram um recentemente. A chave para o sucesso? Alinhamento no objetivo geral e compreensão profunda das seguintes questões:

  • O que significa sucesso neste contexto?
  • Qual é o melhor ecossistema para o meio ambiente?
  • Como é o pipeline para DevOps?
  • Quais fatores adicionais podem impactar os esforços de modernização?

3. Comprometa-se com o projeto

Como qualquer grande projeto, os projetos de modernização de aplicativos legados exigem planejamento, preparação e soluções bem pensadas. A melhor maneira de evitar perda de tempo na pós-migração é por meio de testes automatizados. Fatorar isso no início é essencial.

4. Obtenha adesão executiva

Trinta e oito por cento das organizações Abre uma nova janela relatam que a liderança carece de uma compreensão dos benefícios comerciais da migração para a nuvem e da TI em geral, portanto, obter sua adesão pode exigir um esforço conjunto dos executivos de TI. Como a adesão executiva mantém os projetos em andamento, ela deve continuar sendo uma prioridade para toda a equipe. Apresentar dados e números que mostrem como a tecnologia da organização impacta os resultados pode ser um argumento forte e claro de pôr que esse projeto é essencial. Ao fazer isso, os líderes de TI não devem se esquecer de obter sua opinião sobre os processos e outras considerações operacionais, pois isso pode ser inestimável e definir ainda mais o escopo do projeto e ajudar a articular o valor e o ROI.

5. Seja rápido na solução de quaisquer problemas que surgirem

Os desafios podem fazer parte de qualquer projeto de modernização e são inevitáveis, mas para ajudar a reduzir o tempo necessário para cruzar a linha de chegada, as empresas devem garantir que estão equipadas não apenas com as ferramentas corretas, mas também com parceiros experientes que tenham a experiência profunda para ajudá-los a chegar lá.

6. Comece a preparar os casos de teste com antecedência

Não subestime o poder de um teste adequado. Cerca de 50% do processo em um projeto de modernização típico seria responsável por testes. As soluções de teste automatizado usam recursos e processos de teste existentes e, em última análise, ajudam a preparar scripts e dados de teste. As organizações também devem ter recursos dedicados para garantir a documentação adequada de todos os casos de teste relevantes para a migração de mainframe.

7. Aproveite as ferramentas de rastreamento de incidentes

Ao implementar uma solução de rastreamento de incidentes, as equipes podem garantir mais responsabilidade e reportabilidade em relação a quaisquer problemas que possam surgir e identificar abordagens adequadas para resolvê-los. Isso também torna os incidentes pesquisáveis ​​para maior visibilidade.

8. Inclua todos no ecossistema de mainframe

Envolver todas as partes interessadas internas e equipes de entrega desde o início do projeto pode ajudar com os obstáculos. Esses membros da equipe podem ajudar com processos internos, prazos de entrega, janelas de mudança, cronogramas de bloqueio e outras restrições, pois, eles entendem as restrições internas.

9. Modernize apenas o necessário

Embora a modernização seja um projeto empolgante, é importante não exagerar e modernizar apenas o necessário. Para ajudar, os líderes devem diferenciar ‘arquivos de entrada’ de outros arquivos, pois são os únicos que precisam de conversão. Isso pode ser feito por meio de migração automatizada de dados e manterá o projeto no orçamento e cronograma.

10. Calcule o ROI, acompanhe seu progresso

Identificar e solicitar serviços adicionais reduz o risco e leva a um ROI mais rápido para o projeto. Combinar esta etapa com as ferramentas de documentação automatizada mencionadas anteriormente mostrará as inter-relações e simplificará a carga de trabalho.

No final, não existe realmente uma fórmula mágica para uma jornada de modernização bem-sucedida e há um longo caminho a ser percorrido pelo setor para garantir que cada pilar e sistema da organização sejam realmente ágeis e modernos. Mas, com a estratégia e a abordagem corretas, todo o projeto cria a base para que as empresas prosperem na era digital orientada por dados de hoje.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove + dois =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.